Visualizações de páginas da semana passada

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Anata Ni Tsunagaretai



Yo Minna-san. Hoje venho trazer mais um dos impressionantes da trabalhos da grande mangaká Mayu Shijou. Espero que gostem.


Autor(a): SHINJO Mayu
Volumes: 1
Gênero: Comédia, Adulto, Romance, Shoujo

Resumo: Volume de Histórias curtas da Mayu sensei. Várioas histórias que tratam de amor da forma da Mayu Shinjo! Ou seja bem HOT e com lindos bishounes!]


Fonte. Mangá Space.
Agradecimentos e Créditos: Ao pessoal do Mangá Space por seu incrível trabalho.

Beijinhos da Tenshi-senpai.

Ai Wo Utau Yori Ore Ni Oborero


Yo Minna-san. Hoje venho trazer mais um dos impressionantes da trabalhos da grande mangaká Mayu Shijou. Espero que gostem.


Autor(a): SHINJO Mayu
Volumes: 5
Gêneros: Drama, Romance, Vida Escolar, Shoujo, Adulto 

Resumo: Não acredite nos seus olhos! Nada é o que parece, Mizuki tem uma banda, mas a vocalista terá de viajar e para a banda não acabar, já que é um sucesso total, terão que arrumar uma nova vocalista. Não você não leu errado, é uma banda de meninas, e elas arrasam no colégio feminino aonde estudam. Akira é um menino que vai fazer de tudo para ficar perto de Mizuki e o tudo dele inclui se vestir de menina e entrar na banda. Enquanto Mizuki é um principe no seu colégio feminino Akira é uma princesa no colégio masculino onde estuda. Sabendo disso você dúvida das inúmeras confusões?


Download: http://z11.invisionfree.com/mangaspace/index.php?showtopic=448

Fonte. Mangá Space.
Agradecimentos e Créditos: Ao pessoal do Mangá Space por seu incrível trabalho.

Beijinhos da Tenshi-senpai.

quinta-feira, 17 de novembro de 2011



Vamos aprender um pouco de japonês?

#02: A forma de escrita

A idéia era começar os exercícios mas eu estava me esquecendo de uma coisa muito importante, como se escreve um texto com várias linhas em japonês... Como meu amigo baka não-otaku Leandro diz, “além de usar esses desenhos engraçados os japoneses escrevem ao contrário...” -_- Vamos analizar esse comentário tosco:
Escrita vertical:
Em mangás, você deve ter notado que os quadros e balões são lidos da direita para a esquerda, o contrário dos quadrinhos ocidentais, e isso é chamado “leitura oriental”. O mesmo acontece com um texto escrito em japonês horizontalmente.
A primeira linha é aquela próxima a margem direita. A segunda linha fica mais à esquerda e assim por diante. Veja o exemplo:
① ohayou gozaimasu.
② watashi wa keitarou desu.
 sayounara.
 Tradução: “Bom dia. Eu sou Keitarou. Até logo.
                     (no sentido de “me chamo”)
Então, a escrita é de cima para baixo, da direita para a esquerda.











 





 













Escrita horizontal:
Hmmmm... “Então no Japão eles usam o monitor do computador virado de lado?” O_o
Hehehehe... Nope! Em computadores é usada a escrita horizontal que é exatamente igual à nossa!! Da esquerda para a direita e de cima para baixo, igualzinho à ocidental. ^_^
Mas fique sabendo que o texto no formato horizontal não é usado só em computadores, pode aparecer em quase qualquer lugar!
①おはよう ございます。

②わたしは けいたろう で。

③さようなら。



Espero que estejam gostando de aprender japonês. ^^



                                                                                        Fontes e méritos: Otaku Project. 
Agradecimentos: Ao pessoal do Otaku Project por seu incrível trabalho. 

terça-feira, 8 de novembro de 2011

Fanfic's da Tenshi-senpai


Muitos estão me perguntando sobre minhas fic's, porque não tenho postado e quando irei postar. Hoje vim esclarecer está grande dúvida da maioria de meus leitores. Eu estou completamente focada na minha fic Imperador. Não estarei postando em nenhuma outra fanfic até terminar a fic Imperador.
Depois que eu tiver finalizado a fanfic Imperador, estarei anunciando no último capítulo qual será a próxima fic que estarei me focando.
Este meu novo método é para que minhas histórias não percam sua qualidade por eu estar focada em várias fic's ao mesmo tempo.
Espero que entendam e acompanhem a fic Imperador. 

Para qualquer um que estiver interessado na minha fic, mas ainda não a leu o seu link está abaixo.


Beijinhos da Tenshi-senpai. ^^

domingo, 30 de outubro de 2011

Happy Halloween




Para comemorar o Halloween nada melhor do que saber como é comemorado no Japão. 

Dezenas de milhares de pessoas desfilaram pelas ruas de Kawasaki, no Japão, numa prévia da festa de Halloween, comemorada no dia 31 de outubro.

O festival, conhecido como Dia das Bruxas, é bastante popular nos Estados Unidos e começa a ser "exportado" para outros países.
No Japão, além de fantasias de bruxas e monstros, muita gente aparece nas ruas vestida de robô, papai noel e até de Branca de Neve.

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Irresistíveis



Dante: Devil May cry.


Alucard : Hellsing.


Itachi: Naruto


Sasuke: Naruto


Kaname: Vampire Knight



Sasori: Naruto


Sesshoumaru: InuYasha

Vanpaia Ni Onegai.







Yo Minna-san. Estou trazendo mais um super mangá shoujo para vocês.


Vanpaia ni onegai.
Título: Um pedido ao vampiro.
Mangaka: OOMI Tomu.

Sinopse: Ryouko está tendo um péssimo dia! Não só flagra seu colega de trabalho Miyake com quem deveria se encontrar chamando-a de anoréxica para uma mulher que ele estava beijando, como também é recusada por um vampiro por não parecer saborosa. Desesperada, ela pede ao vampiro que lhe ensine a ficar mais saudável e saborosa.

Comentário: Esse mangá é muito bom, pena que não tem cenas hot, mas ainda sim é muito bom mesmo. Vocês não vão se arrepender de ler.

Link para quem estiver interessado em baixar:

http://www.4shared.com/file/35688449/b469ff7e/MangadreamVanpaia_ni_Onegai.html



segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Vamos aprender um pouco de japonês?


Como eu tinha prometido a vocês vou começar a colocar no Blog algumas dicas para aprender o idioma japonês. Espero que gostem e achem divertido aprender. ^^


01: O idioma japonês




A primeira coisa que você precisa aprender é que no Japão existem 3 sistemas de escrita que são usados simultaneamente. Você certamente já ouviu falar do "ideograma" ou kanji, mas talvez ainda não conheça esses:
hiragana é um silabário usado para as palavras naturais da língua japonesa, também são usados como auxiliares gramaticais chamados de "partículas" ou ainda como complementos verbais, indicando o tempo (passado, futuro), por exemplo.
O outro chamado de katakana é usado para palavras de origem estrangeira ou onomatopéias (descrição de sons como "tic-tac", "toc-toc"). Normalmente em um texto, também utiliza-se esse silabário para dar destaque a uma palavra ou frase.
Já o kanji ou ideograma não é um alfabeto silábico como hiragana ou katakana, e sim ideográfico, cada kanji representa uma idéia, conceito ou objeto . Existe um conjunto básico de kanjis chamado Jouyou Kanji, que são os 1945 mais frequentes e que seriam de conhecimento indispensável.
Os kanjis foram inseridos no japão através dos chineses, e por sua própria origem chinesa, os kanjis podem ser lidos de duas formas diferentes: a leitura on-yomi, que é a chinesa e nos dicionários aparece como letras maiúsculas e a leitura kun-yomi, que seria a japonesa q aparece como letras minúsculas.
Para finalizar temos o romaji, que é a representação de palavras japonesas no alfabeto ocidental. Por exemplo, Brasil em em katakana seria ブラジル, em romaji seria burajiru, ou seja, é a transcrição da pronúncia usando o alfabeto ocidental.
Nas próximas licões vamos as características e funções de cada um desses sistemas, começando pelo hiragana e katakana.



Exemplo de Kanji.



Esse kanji representa a palavra Amor. 


Exemplo de Katakana.



Exemplo de Hiragana. 




Espero que tenham gostado. ^^

Agradecimentos: Ao pessoal do Otaku Project por seu impressionante trabalho. Arigatô Minna-san. ^^


Beijinhos da Tenshi-senpai.










Fonte: http://www.otakuproject.cjb.net/introducao_01.html

sexta-feira, 5 de agosto de 2011



Aqui esta minha primeira one - shot '' Teacher'' neste blog

Sinopse: Sakura é uma professora exigente e competente do colégio Konoha School Academy onde leciona Ciências, porém sua beleza exótica e sensualidade fazem muito sucesso entres os alunos e os professores.

Sem falar de suas constantes discussões com Sasuke, um de seus alunos mais indisciplinados e que não medi esforços para enfrentar – lá.

Ambos continuariam brigando? Ou irem levantar a bandeira branca?


ESSA ONE É DEDICADA A MY BEST DIANA _BODY

Quem ficou interessado, o link está abaixo:

http://fanfiction.com.br/historia/153143/Teacher/ageconsent_ok

Novata na equipe Aishiteiru Shoujo




Sou Integra Hellsing e estou fazendo uma parceira com minha amiga Tenshi, bem aqui no Aishiteiru Shoujo.

Prometo trazer diferentes e divertidas matérias para vocês, curiosidades e inovações sobre Animes, Mangas, Fanfic’s e a maravilhosa cultura japonesa.

Sou fã de Animes desce de muito pequena, passava horas assistindo diversos tipos deles e comendo besteiras, a cada dia meu amor por eles sempre tende a crescer cada vez mais e mais.

Também sou fã de SasuSaku, é um dos meus casais do mundo dos Animes.

Sou escritora de fanfic’s deles de diferentes estilos e gêneros.

As vezes me falam que deveria ter nascido japonesa, já que sou incondicionalmente apaixonada pela cultura deles.

Aishiteiru Shoujo é o lugar certo para você que ama loucamente tudo em relação ao Japão .

Vou ficar por aqui gente ... bye e até a próxima !!!

sábado, 23 de julho de 2011

Memórias de uma Gueixa. Afronta a cultura Japonesa.




Não se baseia com esse filme, foi feito por um americano.
“Memórias de uma Gueixa” gerou muita polêmica no Japão. Afirmando que não existem atrizes japonesas com bom inglês no mercado, Rob Marshall escalou duas chinesas (Zhang e Li) e uma malaia (Yeoh) para interpretar suas gueixas. Esta opção gerou quase uma crise diplomática em terras nipônicas quando foi anunciada. Imagine um filme sobre o carnaval carioca com atores argentinos! Pois bem, é assim que os japoneses estão se sentindo. Não era para ter atrizes japonesas com bom inglês e sim atrizes japonesas falando japonês. Depois que o cinema já chegou ao ponto de ter um filme todo falado em aramaico não dá mais para retroceder. Filme com atores orientais, passado no Japão, não dá para ser em inglês. Esta é a principal bola fora do longa de Marshall. 




Fonte: http://japaofilia.blogspot.com/2010/05/gueixa-nao-e-puta.html

Comentário: Achei muito legal essa curiosidade que o blog Japãofilia apresentou.


Beijinhos da Tenshi-senpai

Gueixa Moderna




A gueixa moderna ainda vive nas tradicionais casas chamadas okiya em áreas chamadas hanamachi (花街 "cidades de flor"), particularmente durante a sua aprendizagem. Muitas gueixas experientes que são bastante prósperas decidem viver independentemente. O elegante mundo de alta cultura de que a gueixa faz parte é chamado karyūkai ("a flor e mundo de salgueiro"). As mulheres jovens que desejam se tornar gueixas agora muitas vezes começam o seu treinamento depois de concluir o ensino fundamental ou até o ensino médio, com muitas mulheres que começam as suas carreiras na idade adulta. A gueixa ainda estuda instrumentos tradicionais como o shamisen, shakuhachi (flauta de bambu), e tambores, bem como canções tradicionais, dança tradicional japonesa, cerimônia de chá, literatura e poesia. Observando outra gueixa, e com ajuda do proprietário da casa de gueixa, as aprendizes também se tornam habilidosas nas complexas tradições ao redor, selecionando e usando quimono, e na relação com clientes.
Quioto é considerado, por muitos, o lugar onde a tradição de gueixa é a mais forte hoje em dia, inclusive Gion Kobu. A gueixa nesses distritos é conhecida como geiko. O Tóquio hanamachi de Shimbashi, Asakusa e Kagurazaka também é bem conhecido.
No Japão moderno, a gueixa e maiko são agora uma vista rara fora hanamachi. Nos anos 1920 houve mais de 80000 gueixa no Japão, mas hoje há muito menos. O número exato é desconhecido para estrangeiros, mas estima-se que esteja entre 1000 para 2000, maior parte na cidade resort de Atami. O mais comum é ver turistas que pagam uma taxa para se vestirem como uma maiko. Gueixa muitas vezes é contratada para assistir a festas e reuniões, tradicionalmente em casas de chá ou em restaurantes japoneses tradicionais (ryōtei). O seu tempo é medido pela queima de um bastão de incenso, chamado senkōdai ou gyokudai. Em Quioto os termos "ohana"e "hanadai" que significam "taxas de flor", são os preferidos. O cliente toma providências pelo escritório de união da gueixa (kenban), que guarda o horário de cada gueixa e faz as suas designações tanto para entretenimento quanto para o treinamento.


Fonte: http://japaofilia.blogspot.com/2010/05/gueixa-nao-e-puta.html

Beijinhos da Tenshi-senpai.

Treinamento das Gueixas.









Oi pessoal. Desculpem pela enorme demora de postar, mas estou muito ocupada. 
Como prometido dessa vez trago para vocês o difícil treinamento das Gueixas.


Tradicionalmente, uma gueixa iniciaria o seu treino em tenra idade. Não obstante algumas delas serem vendidas para casas de gueixas (okiya) ainda muito novas, esta não era uma prática comum nos distritos de melhor reputação. Era frequente, porém, que as filhas de gueixas se tornassem gueixas também, como sucessoras (atatori, que significa herdeiro).
O primeiro estágio deste treino designava-se por shikomi. Assim que as raparigas chegavam à okiyaa, eram colocadas ao serviço doméstico, realizando as tarefas domésticas tal como as criadas. O trabalho era propositadamente difícil para forçar a transformação das raparigas à nova casa, e à nova vida que se lhe apresentaria pela frente. A shikomi mais nova estaria encarregue de esperar acordada pela gueixa mais velha à noite, enquanto esta não regressasse dos seus compromissos, muitas vezes para além das duas e três da madrugada. Durante este estágio, a shikomi frequentaria as aulas na escola de gueixas da sua zona (hanamachi). Actualmente, este estágio persiste, principalmente para acostumar as raparigas ao dialecto tradicional, tradições e vestuário dos karyūkai.
Assim que se verificasse a proeficiência artística da aprendiza, e completasse este estágio mediante um difícil exame final de dança, a iniciada passaria ao segundo estágio: minarai. Neste nível, a minarai é dispensada dos deveres domésticos para desenvolver e exercitar o treino anterior, já fora de casa e da escola, seguindo o exemplo de uma gueixa mais experiente — a sua onee-san, ou "irmã mais velha" — cuja ligação simbólica é celebrada através de um ritual. Embora já participem em ozashiki (banquetes em que os convidados se fazem acompanhar de gueixas), não participam a um nível avançado; os seus quimonos, mais elaborados que os das maiko, são concebidos para deslumbrar quanto baste, para compensar. Embora as minarai já possam ser contratadas para festas, tipicamente não são convidadas para as festas em que a sua onee-san participe — são, porém, sempre bem-vindas. Tipicamente, uma minarai cobra 1/3 hanadai, e trabalha em conjunto com uma casa de chá (designada minarai-jaya), aprendendo com a oka-san, i.e., a proprietária. As técnicas desenvolvidas neste estágio não são sequer ensinadas na escola, já que o nível de conversação e brincadeiras só poderá ser desenvolvido através da prática. Este estágio dura, em média, apenas um mês.
Após um breve período, inicia-se o terceiro (e o mais famoso) estágio: maiko. As maiko são aprendizes de gueixa e podem permanecer neste estágio durante vários anos, aprendendo através da sua irmã mais velha e seguindo-as para os seus compromissos. A relação irmão mais velha/irmã mais nova (onee-san/imoto-san) torna-se, assim, de extrema importância, já que a movimentação adequada da maiko em toda a hanamachiirá depender da sua irmã mais velha, que já estabeleceu contactos e relações de amizade. Para além disso, é à onee-san que cabe a transmissão do saber entreter os convidados, como as técnicas de sedução, como servir o chá, jogar shamisen, dançar, manter uma conversa casual, e tudo o necessário para que a maiko se torne conhecida e solicitada para futuros convites a casas de chá e reuniões. A onee-san ajudará a aprendiza a escolher o seu nome profissional, tipicamente através de kanji ou símbolos relacionados com o seu nome.
Ao final de um período suficientemente longo, e dependendo da região — em Tóquio seriam seis meses, enquanto que em Quioto seriam cinco anos — a maiko é promovida a gueixa, passando a cobrar o preço por inteiro. Este é o último estágio e durará até ao final da sua carreira.





Fonte: http://japaofilia.blogspot.com/2010/05/gueixa-nao-e-puta.html

Beijinhos da Tenshi-senpai

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Gueixa.



Como já havia comentado, estou trazendo algumas curiosidades japonesas para o Blog.

Decidi primeiro comentar sobre as Gueixas já que elas são uma importante figura da cultura japonesa.

Estamos acostumados em associar Gueixa com Prostituta porque a cultura Hollywoodiana nos ensinou sempre dessa forma. Abaixo tem muitas informações sobre gueixas.

Gueixa ( 芸者)  são mulheres japonesas  que estudam a tradição milenar da arte da sedução, dança  e canto, e se caracterizam distintamente pelos trajes e maquiagem tradicionais. Contrariamente à opinião popular, asgueixas não são um simples equivalente oriental da prostituta. Elas não trabalham com sexo. Podem chegar a flertar, mas seus clientes sabem que não irá passar disso, e esse é o fato que muitos homens se encantam com a cultura de uma gueixa. No Japão a condição de Gueixa é cultural, simbólica repleta de status, delicadeza e tradição. São em muitos aspectos similares às Kisaeng coreanas. O termo geiko (芸子) é também usado no dialecto de Quioto para descrever as gueixas, especialmente no bairro Hanamachi. Ao contrário do que se verificava nos séculos XVIII e XIX, as gueixas são atualmente em número bastante mais reduzido. Maiko  (em japonês: 舞妓, Maiko?) é o termo utilizado para designar uma gueixa aprendiz. O elegante, mundo de alta cultura de que a gueixa faz parte é chamado karyūkai ("a flor e mundo de salgueiro"). Uma gueixa famosa, Mineko Iwasaki, disse que isso é porque "gueixa é como uma flor, bela em seu próprio estilo, e como um salgueiro, graciosa, flexível, e forte."

A maquiagem, o cabelo, o vestuário e os modos de uma gueixa são calculados para satisfazer a fantasia masculina da perfeição feminina: elas fazem com que os homens se sintam atraentes e importantes. E eles pagam muito caro para ter uma gueixa atendendo a todos os seus caprichos.
Muitos ocidentais confundem gueixas com prostitutas de luxo. Quem entende a complexidade da cultura japonesa explica que uma gueixa não é uma prostituta. Uma verdadeira gueixa é bem sucedida porque reflete a idéia de uma perfeição inatingível. Quando os homens contratam gueixas para animar uma festa, o assunto sexo normalmente não está relacionado. A gueixa entretém por intermédio de canto, música, dança, relato de histórias, atenção e flerte. Ela pode conversar sobre política com a mesma desenvoltura com que explica as regras de um jogo. Em uma época em que as esposas japonesas eram excluídas da vida pública, as gueixas eram as mulheres que podiam exercer o papel de anfitriã em uma reunião de negócios.
No início, as gueixas eram homens e eles trabalhavam com entretenimento por todo o Japão. As restrições sociais determinavam que as mulheres não poderiam oferecer diversão em uma festa. Esses homens cuidavam das conversas, faziam performances artísticas e faziam elogios a convidados, nobres e outros membros da aristocracia.
Por volta do século 18, surgiram as primeiras gueixas femininas. Há muitas histórias sobre as origens dessas mulheres. Uma delas relata um grupo de artistas que tirava o trabalho de prostitutas cantando e dançando em festas. Outra conta que havia uma prostituta entrando em decadência e que, em conseqüência disso, começou a desenvolver o trabalho de gueixa para ganhar um pouco mais e acabou sendo um sucesso na nova atividade. Independente de como surgiram as gueixas femininas, elas eram consideradas uma ameaça para os bordéis e não eram contratadas por estabelecimentos deste tipo.
Para diminuir a popularidade das gueixas e retornar o foco para as prostitutas registradas, o governo estabeleceu regras bastante rígidas para as gueixas: a maneira como deviam entreter, quando poderiam entreter e as horas durante as quais poderiam trabalhar. Além disso também determinaram regras com relação ao seu vestuário. E para se certificarem de que sexo não faria parte da festa, as gueixas não podiam ser contratadas individualmente. Mas essas restrições, ao invés de reduzir o sucesso das gueixas, tornaram-nas ainda mais desejadas. 


Na próxima estarei trazendo o treinamento das Gueixas.

Beijinhos da Tenshi-senpai.

Sexy Guardian.






Yo Minna-san.

Primeiro gostaria de agradecer a Géssica e a Ana Maria por terem comentado no Blog. Comentários ajudam muito. Arigâto meninas.

Hoje venho trazer para vocês mais uma maravilhosa opção de Mangá Shoujo.

Sexy Guardian que é mais um trabalho da incrível Mangaká Mayu Shinjo.


Autor(a): SHINJO Mayu
Volumes: 2
Romance, Shoujo, Drama, Recomendado para maiores de 18 Anos
Projeto JT.: Kawaii (Capítulo 1)
Rating: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (12 votes, average: 4,67 out of 5)
Resumo: O tio da nossa linda protagonista é o diretor de uma escola. Esse escola atualmente é masculina mas no próximo ano se tornará mista e ela é a pioneira nessa transição. Com coragem e muita vontade de ajudar seu tio ela irá permanecer nesta escola mas para tornar a sua vida mais fácil seu tio lhe arranjou um guarda-costas.. Será que ela vai resistir?
Agradecimentos: Ao pessoal do Mangá Space por seu incrível trabalho.
Para que ficou interessado o site abaixo.
Beijinhos da Tenshi-senpai.


segunda-feira, 11 de abril de 2011

Honey Honey Boy


Para quem gosta de Mangás Shoujo e quentes, está é uma ótima escolha. Além de ser um dos mangás da incrível mangáka Shinjo Mayu.


Autor(a): SHINJO Mayu
Volumes: One-shot
Romance, Adulto, Vida escolar
Rating: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (9 votes, average: 5,00 out of 5)
Resumo: Riika é uma aluna que tem má fama por estar sempre causando problemas, seja chegando tarde ou talvez por ser desastrada. Sempre está acontecendo algo com ela e com quem está perto dela. Só que nesse ano, o conselho estudantil mudou de presidente e este impos regras muito severas e punições mais severas ainda. O que será que Riika vai fazer?

Para quem ficou interessado link abaixo.
Créditos totais do Mangá Space.
Beijinhos da Tenshi-senpai.

Guloseimas.




Yo Minna-san.

Hoje vim indicar uma das minhas fic's para quem quiser ler.

Para quem gosta do casal Shiki e Rima assim como eu, acho que irão gostar dessa one-shot.


Sinopse: O amor deles não precisava de muitas palavras.
Precisava apenas de muitas...
Guloseimas.

Classificação: +18
Categorias: Vampire Knight 
Personagens: Rima Tooya, Senri Shiki
Gêneros: Ecchi, Hentai, Romance
Avisos: Heterossexualidade, Nudez, Sexo

Capítulos: 1 (1209 palavras) | Terminada: Sim 
Publicada: 30/11/2010 às 19:09:19 | Atualizada: 30/11/2010 às 19:09:20


Para quem ficou interessado o link abaixo. 


Beijinhos da Tenshi-senpai e comentem no blog pessoal.

sexta-feira, 8 de abril de 2011

Itazura no kiss.

Yo Minna-san.

Desculpem a super, hiper, mega demora de começar a movimentar o Blog e por ter parado de postar por um bom tempo. Mais se Kami-sama quiser agora estou voltando com tudo.

E hoje venho trazer para vocês mais um super opção de anime shoujo.

Itazura no kiss.


Resumo: Este anime é a história de amor de Kotoko e Naoki desde os seus anos de escola até ao seu casamento. Tudo começa quando Kotoko se declara a Naoki dando-lhe uma carta de amor, mas é rejeitada em frente de todos e aí decide desistir dele para sempre. Curiosamente no mesmo dia dá-se um terremoto que destrói a casa de Kotoko e esta e a sua família acabam indo viver para casa de Naoki, recomeçando assim o desenvolvimento da sua relação.

Resumo feito por tette

Comentários: Eu realmente devo dizer que este anime é muito legal mesmo, quem quiser assistir vai estar ganhando com isso. O gráfico é muito bom, a história engraçada e romântica. O único problema é que a protagonista é um pouco lerdinha e no anime ele sempre é melhor do que ela ai dá um pouco de raiva. Pelo menos em mim deu muita raiva. rsrs
Mais para que curte romance este é o anime.

O anime tem 25 episódios que podem ser baixados no site abaixo.


Espero que gostem e por favor comentem se estão gostando do Blog e o que se pode fazer para ele ficar melhor.

Beijinhos da Tenshi-senpai.